Polícia Civil e Guarda Municipal realizam curso técnico-operacional

10:25 Gm Noticias 0 Comentarios



Postura; fatores psicológicos; comportamentos tático e técnico; conhecimento da legislação e da área da atuação. Essa é a grade curricular que está sendo aplicada no curso operacional técnico para 37 agentes da Guarda Municipal de Corumbá nesta semana. O treinamento está sendo realizado pela Polícia Civil, através do Centro de Treinamento Tático e Segurança (CETTAS), em parceria com a Prefeitura Municipal de Corumbá.

O curso, que foi dividido em duas etapas - teórica e prática -, conta com quatro instrutores da Polícia Civil de Corumbá e um instrutor-chefe, que veio do Rio de Janeiro, para aplicação do treinamento, o especialista em combate ao terrorismo e combate urbano policial, Geremias Junior. Serão 45 horas de capacitação.

"A ideia principal deste curso operacional é trazer novos conhecimentos para esses agentes que trabalham diretamente com a segurança da população. A violência é um fator que vem crescendo em todo o país, não é um fator isolado. O objetivo é capacitar para ocorrências em nível urbano, ou de fronteira, como é a localidade, para que tenham conhecimento da forma de abordagem, atuação e comportamento corretos, dentro da legislação vigente", explicou Geremias.

Além das noções de atuação em área urbana, o instrutor ressaltou que um dos itens reforçados nesse curso é a questão da área fronteiriça e que ensinamentos de combate ao terrorismo também são realizados. "Aqui é uma área de fronteira, e estamos em preparo para grandes eventos internacionais. Eles precisam estar preparados, pois os agentes estão em contato direto com a população e todo tipo de ataque, sempre ocorre no meio da população".

"A ideia de trazer o curso de treinamento de técnicas operacionais para a cidade e estendê-lo aos agentes, foi pela necessidade que o serviço disponibilizado por eles exige. Os agentes trabalham com o público e necessitam de noções e preparo para o trabalho direto de abordagem e de defesa", enfatizou o delegado do CETAAS em Mato Grosso do Sul, investigador Douglas Antônio, 42 anos.


30% de efetivo capacitado


Postagens Relacionadas

0 comentários:

Anterior Página inicial Proxima
Tecnologia do Blogger.