Guarda Municipal de Salvador terá R$ 9 milhões e armas

Decisão da prefeitura de armar servidores divide opiniões
Nove milhões de reais foram aprovados pelo Ministério da Justiça para equipar a Guarda Municipal de Salvador. A divulgação dos recursos vem quase duas semanas depois do anúncio do prefeito João Henrique de que o armamento destes profissionais vai contribuir para a diminuição da violência na cidade.
A medida da administração municipal, no entanto, cria divergências e opinião da população fica dividida. Há os que aprovem a ação e outros que acreditem que a insegurança deve aumentar.
Apesar das discordâncias, a prefeitura diz que a decisão é definitiva. Segundo o sub-secretário da Secretaria Municipal de Comunicação, Ipojucã Cabral, “o prefeito entende que o município pode ajudar a garantir a segurança pública na cidade e não abrirá mão disso, apesar deste dever ser do Estado”.
Salvador segue a tendência de outras cidades do País de armar os guardas municipais, como autoriza o Estatuto do Desarmamento. Segundo a última Pesquisa de Informações Básicas Municipais (Munic) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2009, dos 865 municípios brasileiros que possuem Guarda Municipal, 16,3% têm os profissionais armados. Na pesquisa de 2006, o percentual era de 14,1%.
Os recursos oriundos do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci) serão usados para o treinamento dos 1,4 mil profissionais da corporação, compra de farda, coletes a prova de bala, armas de fogo e novas viaturas. “Aguardamos a liberação dos recursos pelo ministério, o que deve acontecer nos próximos 60 dias”, afirma.
FONTE: A TARDE

Postagens Relacionadas

0 comentários:

Anterior Página inicial Proxima
Tecnologia do Blogger.