NOTA PÚBLICA

19:10 hailton junior 0 Comentarios

NOTA PÚBLICA


HAILTON FRANCISCO DE SOUZA JUNIOR, Servidor Público Municipal integrante do quadro efetivo da Guarda Civil Municipal de Ilhéus, vem por meio deste, na qualidade de membro-associado do SINSEPI (Sindicato dos Servidores Públicos de Ilhéus) e integrante da Comissão Eleitoral do SINSEPI nas eleições 2010, tornar público que:

01- No dia de ontem, 04 de setembro de 2010, a partir das 10:00h. foi realizada, na sede do SINSEPI, uma reunião da Comissão Eleitoral onde se fizeram presentes os senhores Dilmo do Nascimento (Presidente) e Eduardo Antonio Ferreira (1º Secretário), além do 2º Secretário – Hailton Francisco;

02- Ao final da reunião, Hailton solicitou ao Presidente Dilmo que fosse efetuado o registro em ata de todas as ações, discussões e deliberações ocorridas, tendo inclusive solicitado cópias das atas já registradas;

03- A reação do Sr. Dilmo à solicitação de Hailton foi, no mínimo, estranha, duvidosa, preocupante e grosseira, pois o mesmo respondeu em alto e bom som que: - “Quem manda aqui sou eu, você ta querendo dizer o que eu tenho que fazer?!” E continuou dizendo: - Que não ia lavrar nenhuma ata, que a reunião já estava encerrada, e que não iria fornecer nenhuma cópia de nada pra ele (Hailton);

04- Ao ser indagado qual a razão do impedimento para aquisição das copias, respondeu apenas que se tratava de regimento interno e que não era lícito me entregar, e que eu teria que aceitar e ponto final;

05- Antes do final da reunião o Presidente Dilmo ainda se recusou a protocolar o recebimento de um documento expedido pela Chapa 02, em demonstração de total despreparo para exercer tal função na Comissão eleitoral; O documento foi protocolado pelo 1º e pelo 2º secretários.

CONSIDERAÇÕES

Nosso objetivo ao trazer tais informações a público é o de esclarecer como as coisas, verdadeiramente, vem acontecendo dentro do SINSEPI. Nos traz grande preocupação que algumas pessoas estejam colocando os interesses pessoais e particulares acima dos interesses da coletividade. Reafirmo aqui meu compromisso com a verdade e com a justiça, e que não compactuarei com nenhuma ilegalidade, arbitrariedade ou qualquer tipo de abuso. As pessoas passam, mas as instituições ficam! Apelo para o bom senso dos membros da Comissão eleitoral, dos membros das chapas concorrentes e dos associados em geral para que possamos realizar e concluir este processo eleitoral dentro dos limites da legalidade, com respeito mútuo entre todos os que dele participarem. Alerto ainda que, mesmo sendo apenas uma pequena andorinha, procurarei fazer a minha parte, e que se for necessário, levarei ao conhecimento das autoridades competentes qualquer desvio de conduta ou ato ilícito que venha a ser realizado com o objetivo de prejudicar ou cercear o direito de quem quer que seja.

Ilhéus, 04 de Setembro de 2010.


Hailton Francisco de Souza Junior
2º Secretário da Comissão Eleitoral

Postagens Relacionadas

0 comentários:

Anterior Página inicial Proxima
Tecnologia do Blogger.