JEQUIÉ REGISTRA 6 MORTES NAS ÚLTIMAS 24 HORAS







Policiais investigam a morte do soldado militar, Jurandy Oliveira 
O clima de cidade pacata perdeu espaço para uma onda de violência. Nas últimas 24 horas (segunda e terça-feira 26 e 27/08/12), seis pessoas foram assassinadas no perímetro urbano de Jequié.
Um corpo de um policial foi encontrado em uma área conhecida como “Cascalheira”, às margens da Avenida Luiz Eduardo Magalhães, em Jequié, contabilizando a sexta morte em menos de 24 horas no município do sul baiano.
O policial Jurandy Oliveira, de 43 anos, foi morto a tiros e apresentava sinais de tortura. Na última segunda (27), dois corpos, ambos apresentando perfurações de bala na cabeça e na região do peito, foram encontrados por populares em um loteamento.
Já no bairro do Jequiezinho, Josenildo de Jesus Santos, de 19 anos, foi retirado de dentro de casa por cinco elementos encapuzados e executado em via pública. Conhecido como “Lau”, a vítima era suspeita de roubar uma motocicleta.
No bairro de Joaquim Romão, Ednaldo  Sena de Jesus, de 22 anos, apelidado de “Bruxo”, morreu em uma troca de tiros com a Polícia Militar. De acordo com os PMs, um revólver calibre 32 foi encontrado com o indivíduo, que era considerado de alta periculosidade. Por volta das 14h30, no Loteamento Mirassol, foi encontrado o corpo de Iago Martins Santos, de 18 anos, que teria envolvimento no tráfico de drogas e foi executado por dois homens que chegaram no local a pé e deflagraram os tiros.
O crime teria sido motivado por causa de dívidas. A onda de violência assusta os jequieenses, acostumados a viver em uma cidade considerada tranquila e pacata. Informações do Jequié Repórter.

Postagens Relacionadas

0 comentários:

Anterior Página inicial Proxima
Tecnologia do Blogger.