Repúdio do Sindicato dos Guardas Civis do estado da Bahia

SINDGUARDDAS-BA. O presidente Pedro de Oliveira, em nome dos Guardas Civis Municipais da Bahia e do Brasil, repudia as agressões proferidas contra um agente da Policial Municipal da cidade de Limeira/SP. TODOS NÓS POLICIAIS MUNICIPAIS, REPUDIAMOS A  IMORALIDADE DESTE POLICIAL MILITAR COVARDE.


O repudio é de dodo os Sindicatos, associações e agentes das Guardas Civil do Brasil.
VEJA AS AGRESSÕES AQUI

Guarda Municipal é agredido por pms despreparados e a população se revolta

O fato aconteceu ontem dia 29/10 na cidade de Campinas, um GCM de Limeira foi abordado, mas mesmo depois de se identificar, foi agredido com vários chutes e socos pelos policiais.



Segundo informações um dos pms já havia jurado o Guarda Civil. O Guarda Civil e sua família e vizinhos pedem justiça, "Uma atitude totalmente de despreparo, digno de bandidos e marginais que transitam pelas ruas para agredir pessoas de bem" disse um dos vizinhos.

Essa foi uma ação de um fato isolado, não se pode generalizar, pois existem muitas parcerias entre as Guardas Civis e as Policias Militares.

Palavras de 
Thiago Araújo no Facebook:
"Espero que a justiça seja feita.
Sabendo que essa ação não deve ser generalizada,pois temos vários irmãos na PM que nunca faria uma barbaridade dessa.
Infelizmente o fato aconteceu,machuca ver uma cena dessa e é revoltante.
Mas com certeza é caso isolado.
Que seja resolvido na justiça."

O crime organizado do Rio de Janeiro vence mais uma

A QUEM INTERESSA O VOTO "NÃO"
A QUEM INTERESSA QUE A GUARDA NÃO FAÇA PATRULHAMENTOS DE RUA?

O Estado do Rio de Janeiro não pode servir de exemplo para nenhum estado do planeta, quando o assunto é segurança publica. Outro dia foi noticiado no Fantástico da Rede Globo, policiais fardados com viaturas e tudo, despachando drogas em bocas de fumo. 

Todos sabem, que o crime organizado do estado do Rio de Janeiro tem influenciado  em todas as instituições, principalmente as policiais. No ultimo dia 29 foi realizado um plebiscito, segundo informações articulado por alguns oficiais junto ao prefeito da cidade de Niteroi-RJ. com o intuito de desobedecer a lei federal 13022/2014.

Uma situação muito bem planejada que só favorece criminosos, pois agentes que fazem patrulhamentos de rua desarmados, isso é uma piada de muito mau gosto, mas vamos lá, já que é pra desarmar o estado onde a policia mata mais de que todos os conflitos externos, deveria aproveitar e lançar um plebiscito, pedindo a opinião publica através do voto popular e saber quem é contra o desarmamento da PM. Qual seria o resultado? O que isso significa, é que quando se trata de segurança publica, as vezes a opinião publica não se pode levar em conta.

Esse plebiscito não pode sobrepor uma lei federal, o prefeito de Niteroi-RJ tem por obrigação cumprir a lei 13022/2014 para levar mais segurança a seu munícipes.

Em todo o país as Guardas Civis já estão bastante avançadas em relação a aparelhamentos e já desenvolvem operações junto com outras instituições e os resultados são surpreendentes e bastante satisfatórios, mas como sempre o estado do Rio é na verdade o estado do crime organizado, a situação desse estado é bastante critica, não se consegue enxergar, mas segundo algumas fontes jornalisticas eles estão entranhados em todos os lugares, principalmente, em alguns dos auto escalões das policias estaduais.

A lei 13022/2014 deixa bem claro em seu Art. 16.  Aos guardas municipais é autorizado o porte de arma de fogo, conforme previsto em lei.  
Parágrafo único.  Suspende-se o direito ao porte de arma de fogo em razão de restrição médica, decisão judicial ou justificativa da adoção da medida pelo respectivo dirigente. 

Nota-se que o plebiscito, é na verdade uma forma que os oficiais encontraram para tentar continuar monopolizando a segurança publica do Rio.

A Guarda Municipal do Rio de Janeiro pretende trabalhar internamente, aquartelada, pois fazem trabalho policial mas sem equipamentos para tal.

POLICIA MUNICIPAL DE LIMEIRA APREENDE GRANDES QUANTIDADES DE DROGAS.

LIMEIRA SÃO PAULO.
EFICIENTE POLICIA MUNICIPAL DE LIMEIRA APREENDE GRANDES QUANTIDADES DE DROGAS.
A Guarda Civil Municipal apreendeu 565 flaconetes de cocaína, 960 gr de maconha, 2,960 kg de ácido bórico para refino de cocaína, 1.200 flaconetes vazios, uma balança de precisão, um celular, um tablet, um liquidificador e diversas embalagens plásticas no bairro Profilurb em Limeira.



Um adolescente de 17 anos foi flagrado com drogas na rua 4 do Profilurb e logo após, na casa em frente do flagrante, foi encontrado o restante dos entorpecentes com um rapaz de 32 anos. Três pessoas foram encaminhadas à central de flagrante, junto dos entorpecentes apreendidos. (Cauê Pixitelli) Isto é uma prova de que para executar atividades de polícia, não precisa ter necessariamente o grafismo polícia nas viaturas. Em outras palavras, não é um grafismo que define quem é , e quem não é polícia, não é Coronel Camilo.
HISTORIA DESTA EFICIENTE POLÍCIA!
A Guarda Civil de Limeira foi criada em 1965, era uma corporação pequena e chamava-se Guarda Noturna. O lema da Guarda Civil de Limeira, gravado em seu brasão, é: "Patrulheiro, protetor e amigo". Em 1976 houve a extinção desta corporação e seus profissionais foram engajados na Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiro, porém alguns profissionais permaneceram no município, mas com a denominação de vigilante patrimonial, posteriormente através da Lei nº. 2, de 24 de novembro de 1983 foi criada a Guarda Municipal de Limeira pelo então prefeito Jurandyr da Paixão de Campos Freire, está inserida na Constituição Federal através do Capitulo III da Segurança Publica, artigo 144, oitavo parágrafo: "Os municípios poderão constituir guardas municipais destinadas a proteção de seus bens, serviços e instalações, conforme dispuser a lei".
A Guarda Municipal de Limeira, anteriormente estava ligada a Secretaria Adjunta de Proteção e Defesa do Patrimônio anexa a Secretaria dos Negócios Jurídicos, com a crescente demanda por maior funcionalidade das atividades da Guarda Municipal se fez necessário o desmembramento das Secretarias e a criação da Secretaria Municipal de Segurança Pública de Limeira através da Lei complementar nº 338 de 12 de abril de 2005.
Dois grupamentos de intervenções táticas de grande destaque dessa corporação dualizaram por muitos anos os trabalhos policiais ostensivos: a NAJA - Ações Especiais e o Esquadrão Tático. Foram inúmeras ocorrências de grande visibilidade e importância no combate aos crimes e a violência do município de Limeira, atualmente os dois grupamentos foram unificados na ROMU (Rondas Ostensivas Municipais)
PARABÉNS EQUIPES!! O POVO QUER SEGURANÇA SEM BLÁ-BLÁ-BLÁ.

FONTE: Guardas Municipais do Brasil

Projeto de lei permite Guarda Municipal de Fortaleza se identificar como polícia

Projeto não muda as funções da corporação, afirma vereador.


Um projeto de lei do vereador de Fortaleza Márcio Cruz (PSD) permite que a Guarda Municipal da capital cearense se identifique como Polícia, inclusive com o termo "polícia" no fardamento, veículos e sede da corporação. O projeto de lei tramita na Câmara Municipal.

A justificativa do parlamentar é que "o trabalho exercido pelos Guardas Municipais é uma atividade de perigo, em razão das atribuições da profissão possui finalidade de resolução de conflitos de terceiras pessoas. O risco é inerente ao trabalho desenvolvido pelos agentes guardas municipais".

"O novo diploma positiva [confirma] um papel que na prática já era prestado pelas guardas municipais em diversos rincões deste país, em que nem sempre o aparato estadual de polícia preventiva conseguia estar presente de forma satisfatória", justifica Márcio Cruz.

Veja o que propõe o projeto de lei:

Muda o nome Guarda Municipal para Guarda Civil Metropolitana de Fortaleza;
Autorizada os membros a se identificarem como Polícia;
Autorizada a Guarda Municipal a utilizar veículos com o termo Polícia;
Autoriza a colocar do nome Polícia na sede e demais estabelecimentos;
A nomenclatura Guarda Civil Metropolitana deverá ser inserida nas identidades funcionais dos servidores acompanhada do termo "Polícia";
A instituição continua a ser regida pelas legislações vigentes de quando era denominada Guarda Municipal de Fortaleza;
As despesas decorrentes da execução do projeto de lei serão por conta de verbas próprias da Guarda Municipal

O vereador afirma que o projeto de lei "é trazer para o cidadão o conhecimento da real função da Guarda Municipal", mas não altera as funções da corporação.

Atualmente as funções da Guarda Municipal são garantir a segurança preventiva como: guarda de trânsito, guarda ambiental, guarda sanitária, guarda marítima (por meio de convênio com a Marinha) e guarda penal, quando atua realizando prisões em flagrante delito.
G1

Reforma da previdência e os guardas municipais. Dep. Federal Flavia Morais fala da necessidade de incluir os policiais municipais


Reforma da previdência e os Guardas Municipais. Dep. Federal Flavia Morais fala da necessidade de incluir os policiais municipais
Parabéns mais uma vez ao secretário de segurança municipal de Cristalina-GO Silvano da Silva Leite, pelo empenho e apoio as Policias Municipais do Brasil

Página inicial Proxima
Tecnologia do Blogger.