ADICIONAL DE PROTEÇÃO PARA OS SALVA-VIDAS DE ILHÉUS


O prefeito de Ilhéus, Newton Lima, enviou para a Câmara de Vereadores o projeto de lei que institui o adicional de proteção, valor que será pago, mensalmente, no percentual de 20% (vinte por cento) sobre o salário mínimo. O referido valor tem a finalidade de oferecer ao quadro de salva-vidas do município todas as condições necessárias para a aquisição de colírios e protetores faciais, labiais e corporais, produtos considerados fundamentais para o desempenho da função. O artigo 3º do projeto de lei enfatiza que o adicional poderá deixar de ser pago quando o Município de Ilhéus passar a fornecer os referidos itens.
Na sua mensagem, o prefeito Newton Lima lembra que o envio do projeto de lei ao Poder Legislativo Municipal atende ao que preceitua a legislação em vigor. “Este adicional visa evitar que os nossos salva-vidas trabalhem seus os produtos necessários à proteção de seus corpos, como a pele e os olhos, muitas vezes expostos aos prejudiciais raios ultravioletas”, comenta. Ainda segundo o chefe do Executivo ilheense, o percentual de 20% sobre o salário mínimo é suficiente para que os profissionais possam adquirir os produtos, “inclusive escolhendo os produtos de melhor qualidade e sem riscos de qualquer reação alérgica”, diz.

Postagens Relacionadas

0 comentários:

Anterior Página inicial Proxima
Tecnologia do Blogger.