AUDIÊNCIA

22:10 GCM Barbosa 0 Comentarios


Aconteceu nesta quinta feira, dia 12 de dezembro de 2013, as 17:00 horas, a primeira audiência na Justiça do Trabalho em Ilhéus, tendo como as partes envolvidas, o Sindicato dos Guardas Civis do Estado da Bahia (Sindiguardas - BA ) tendo como representantes seu presidente, Pedro de Oliveira e a drª Neiva Souza, e a Prefeitura Municipal de Ilhéus. A ação movida pelo Sindguardas-Ba, contra o Município, requer que seja concedido aos servidores da GCMI, o índice da inflação anual de 2012 que e de 5.84%, direito assegurado pela Constituição Federal de 1988, para todos os trabalhadores que não tiveram aumento salarial repassado pelo governo.
O Sindiguardas-BA, acionou a Justiça Trabalhista após uma greve que durou 80 dias e envolveu todas as categorias de servidores publico municipal, mais que devido a não flexibilização por parte do município nas negociações acabou sem entendimento para ambas as partes.
Na audiência de hoje, o Município de Ilhéus apresentou ao Juiz, argumento que levou ao não concedimento da revindicação requerida pelo sindicato, ato continuo o Juiz determinou prazo de dez dias, para o reclamante responder a defesa feita pelo reclamado.
A Justiça Trabalhista, fez ciente ao Ministério Publico do Trabalho sobre a referida ação e todo seu teor. 

Postagens Relacionadas

0 comentários:

Anterior Página inicial Proxima
Tecnologia do Blogger.