"O POLICIAL MATOU O MEU MARIDO A SANGUE FRIO", DISSE ESPOSA DE MARCONE.

A dona de casa, Silmara Soares Lopes, esposa do agente penitenciário Marcone Pena dos Santos, executado na madrugada de domingo, no  forró da Jacutinga, no Espora de Ouro, disse no programa "O Crime Não Compensa", da rádio Difusora de Itabuna, que o policial  civil , Cantídio Nascimento Filho, matou o seu marido a sangue frio. "Não houve nenhuma discussão, o policial queria entrar comigo no sanitário. Ele falou muita coisa horrível para mim, quando eu estava na fila. Ele é muito sujo, imundo...(choro...), meu marido não merecia isso", declarou. 

Postagens Relacionadas

0 comentários:

Anterior Página inicial Proxima
Tecnologia do Blogger.