Guarda Municipal assina convênio com SJCDH‏

Guarda Municipal assina convênio com SJCDH
Por Ascom Susprev – 19-07-2012
Nesta manhã de hoje (19), foi assinado convênio entre a Guarda Municipal de Salvador e a Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), no Auditório da Secretaria, no Centro Administrativo da Bahia, para capacitar os agentes no atendimento a pessoas com deficiência, com o objetivo de melhorar os serviços prestados pelos Guardas Municipais ao público com mobilidade reduzida pela cidade.
            O evento contou com a presença de autoridades do Estado e representantes de diversos órgãos do município que enfatizaram a importância da capacitação oferecida à Guarda Municipal, e da corporação dividir este conhecimento com a sociedade ao colocá-lo em prática em suas ações cotidianas. “Este convênio é apenas uma de muitas outras ações que pretendemos desenvolver junto à Guarda Municipal”, relatou o Subsecretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), José Reinaldo.
            Para o Superintendente da Guarda Municipal, Sérgio Raykil, é uma satisfação receber essa capacitação, que deve fortalecer a já existente consciência cidadã para melhor atender a população. A mesma opinião foi emitida por Emerson Palmeira, Subsecretário de Serviços Públicos e Prevenção à Violência (SESP), que defendeu a igualdade entre os cidadãos e a busca de um tratamento especializado, considerando as peculiaridades de cada indivíduo, pois todos têm os mesmos direitos.
             O Superintendente da Sudef, Alexandre Baroni, informa que o curso, inicialmente para 250 Guardas Municipais, é intensivo (40h), e tem como objetivo tratar da convivência e de como o GM, representação do poder público municipal, deve se proceder com pessoas com deficiência em situações diversas em suas ações pela cidade. “Além da sensibilidade, o curso abordará aspectos jurídicos, com as conquistas concretas obtidas pelas pessoas com deficiência”, relata.
              A capacitação é fruto de uma parceria entre a SJCDH, através da Superintendência dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Sudef), da Diretoria da Promoção e Defesa das Pessoas com Deficiência (DPD), e a Prefeitura Municipal de Salvador, através da Gerência de Desenvolvimento da Superintendência de Segurança Urbana e Prevenção à Violência (Susprev). A iniciativa conta também com o apoio do Centro de Educação em Direitos Humanos (CEDH), da SJCDH.

Postagens Relacionadas

0 comentários:

Anterior Página inicial Proxima
Tecnologia do Blogger.