Mais um Guarda Municipal é executado na porta de casa

Quase que diariamente esse blog vem divulgando noticias de Guardas Municipais em diversos municípios que são mortos, sem ter a minima chance de defesa e os gestores continuam expondo vidas de pais de família em rondas.
Não precisamos de sacrifícios humanos para provar nada.

 Nós Guardas Civis Municipais não podemos dar segurança sem ter como proteger nossa própria vida, não somos feitos de aço, somos feitos de carne e osso como qualquer policial; temos as mesmas capacidades que qualquer outro operador de segurança publica de qualquer que seja a instituição, mas mesmo assim os Guardas Municipais são discriminados quando o assunto é o porte de arma, ferramenta essencial de qualquer operador de segurança publica.

Já está mais do que provado que Guardas Municipais não podem nem devem de forma alguma trabalhar desarmados, a não ser aqueles que tem peitos de aço.

Infelizmente existem pessoas que não se importam com o acontecido, mas um dia isso que vocês estão vendo pode e do jeito que está vai chegar até nós. Estamos torcendo para que não aconteça e que as providencias sejam imediatamente providenciadas antes que também venhamos a lamentar a perca de um companheiro. 

Os Institutos Médico Legal de Maceió e Arapiraca registraram oficialmente cinco crimes de homicídios nas últimas 24 horas em Alagoas. Dois deles aconteceram nacidade de São José da Laje – município distante 96 quilômetros da capital alagoana.

Entre as vítimas de São José da Laje está o guarda municipal Hugo Dantas Lins, 38 anos. Segundo informações policiais, a vítima realizava reparos hidráulicos na porta da residência onde morava, no Conjunto Juriti, quando foi assassinado por volta das 16h desta quinta-feira, dia 27.

Informações de testemunhas apontam que quatro homens em duas motocicletas se aproximaram da vítima e efetuaram vários disparos de arma de fogo. A polícia ainda não tem informações sobre os autores do crime ou suas motivações.

O segundo crime registrado na cidade vitimou Josenildo da Silva Marcelo, 24 anos. O jovem estava dentro de sua residência na noite de ontem, na Travessa da Saudade, quando dois homens invadiram o espaço e o executaram com vários tiros.

O crime foi presenciado pela esposa da vítima, que não identificou os algozes. Policiais da delegacia da cidade estiveram no local do homicídio e investigam se o assassinato tem relação com o tráfico de drogas na cidade, uma vez que a vítima teria envolvimento com o ilícito.

A Polícia Civil investiga ainda se os crimes teriam relação.

Publicado em

Postagens Relacionadas

2 comentários:

  1. Está mais do que na hora de encabeçarmos um movimento, para exigir de quem é gestor da pasta de segurança e comandante da gcmi,que se tome uma primeira decisao em proibir as rondas e missoes.e após esse feito debatermos sobre o curso de armamento e tiro para nossa categoria.

    ResponderExcluir
  2. Concordo, antes de qualquer tipo de ação que envolve segurança publica, esses agentes devem estar devidamente treinados e aparelhados para desenvolver os trabalhos.

    Isso não existe; enviar esses operadores para um embate em ruas enfestadas de marginais armados, sem seus devidos instrumentos de trabalho; armamento coletes balísticos etc.

    ResponderExcluir

Anterior Página inicial Proxima
Tecnologia do Blogger.