MANOBRA MAQUIAVÉLICA PARA ENFRAQUECER SINDGUARDAS-BA E DIVIDIR CATEGORIA FRACASSA EM ITABUNA E ILHÉUS

Os fatos que serão aqui citados servirão para aqueles que acompanham com interesse e tem uma visão em melhorar seja através de ideias, apresentando sugestões ou com atos sempre visando o crescimento da entidade a qual pertence sem deixar que a VAIDADE, AMBIÇÃO e o EGO ultrapasse o limite da responsabilidade e lealdade, seja ela a uma pessoa ou uma entidade.
Após diversas reuniões com representantes de Guardas Municipais de varias cidades da Bahia, no dia 30 de julho de 2004 na cidade de Ilhéus-Ba, foi fundado o SINDGUARDAS-BA, Sindicato dos Guardas Municipais e Agentes de Trânsito da Bahia, que mais tarde sofreria uma reforma extinguindo o nome Agentes de Trânsito por entendimento do Ministério do Trabalho que duas categorias distintas não poderiam pertencer ao mesmo sindicato. Estiveram a frente desta entidade os senhores: REGINALDO ANTONIO OLIVEIRA da cidade de Ilhéus, GIVALDO VIANA da cidade de Itapetinga e atualmente o PEDRO DE OLIVEIRA da cidade de Ilhéus. Entendo que mudar uma diretória através de eleições democraticamente e normal e natural como deve ser, porém planejar ocultamente atos MAQUIAVÉLICOS tentando enganar e dividir toda uma categoria. Entre 4 e 5 Guardas Municipal de Ilhéus e Itabuna, ÁVIDOS por CARGOS e desejosos de estarem a frente de qualquer entidade a qualquer preço, para uso politico, lançaram um edital convocando representantes de cidades do sul e extremo sul da Bahia afim de criarem um Sindicato, tudo seria normal se este processo não fosse carregado de irregularidades.
Vejamos os fatos a seguir:
1º- O sindicato da categoria já existe.
2º- O edital não foi divulgado em nenhum setor da impressa, nem em postos de serviços dos interessados.
3º- No dia, hora e local da citada assembleia, apenas três GCM da suposta diretória num universo de mais de trinta cidades compareceram ao local.
4º- Segundo o edital a 1º chamada seria as 14:00 h e a 2º chamada as 15:00 h, porém as 13:30 h tudo já havia sido concretizado, com fundação, eleição e posse,
5º- O local determinado para tal se encontrava lacrado e segundo o proprietário do imóvel nada havia sido agendado para aquela data, tendo tudo sido feito no meio da rua.
Estas foram algumas das inúmeras irregularidades observadas pelos Guardas Municipais de algumas cidades envolvidas que se fizeram presente e disseram não a criação desse tal sindicato.
Atenção GCMS, esses cabras não merecem confiança, são reincidentes em traírem a categoria e por se só, através de suas ações estão demostrando que não merecem a confiança da categoria, ATENÇÃO GCMS vamos repudiar atos deste tipo.

Postagens Relacionadas

2 comentários:

  1. Para mim todo aquele que se esconde no anonimato,não merece ser levado a serio e muito menos algum tipo de consideração.
    GM Esp. FARIAS

    ResponderExcluir
  2. Aparicio Souza Santos28 de maio de 2011 07:48

    Analise e medite na imensa sabedoria do Magnânimo Mestre e Senhor Jesus Cristo, quando ensinou: "CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VÓS LIBERTARÁ!"
    Temos que estarmos preparados para darmos nossa contribição naquilo que entendemos ter conhecimentos e até nos prontificarmos para ajudar, evidentemente dentro da legalidade e moralidade.

    Aparicio Souza

    ResponderExcluir

Anterior Página inicial Proxima
Tecnologia do Blogger.