MILITARES PEDEM EM ABAIXO-ASSINADO FIM DE NOVELA DO SBT

Fonte: blogfolha.com
Cenas fortes de torturas, perfil militar de grande atrocidade e impiedade diante dos militantes contrários à ditadura, além de texto marcadamente ligado à intenção de contar a obscura história dos porões da ditadura militar no Brasil, que durou – a partir de 1964- 21 anos. Essa proposta do SBT tem suscitado reações de setores militares no Brasil.
No dia 1º deste mês, quatro dias antes de a novela ir ao ar, um site militar lançou um abaixo-assinado, pedindo o cancelamento da novela. No texto do documento, os  autores dizem que  ”é óbvio que o governo federal através da comissão da verdade, recém criada, está participando do acordo em exibir a novela Amor e Revolução no SBT. Parece-nos que se trata de um acordo firmado com o empresário Silvio Santos, visando o saneamento do Banco Panamericano do próprio empresário”.
Dizem ainda que  “as forças armadas não devem permitir, dentro da legalidade, que tal novela seja exibida, pelos motivos óbvios abaixo declarados. Convém salientar que as forças armadas já se manifestaram negativamente a respeito da novela Amor e Revolução”.
E completam: “sendo assim, o efetivo da forças armadas, tanto da ativa como inativos e pensionistas, vêm respeitosamente através desse abaixo assinado, como um instrumento democrático, solicitar do digno Ministério Público Federal, representado acima, providências em defesa da normalidade constitucional, vista o cumprimento da lei de anistia existente, conforme já decidiu o Supremo Tribunal Federal. Nestes termos pede deferimento em caráter urgentíssimo”.
Os autores da novela, ao saberem do abaixo-assinado, disseram à imprensa que  ”felizmente a ditadura e a censura acabaram e hoje a gente pode contar uma história sem medo. Ou deveria poder”.
VEJA UMA DAS CENAS DE TORTURA QUE FOI AO AR SEMANA PASSADA


Postagens Relacionadas

0 comentários:

Anterior Página inicial Proxima
Tecnologia do Blogger.